Qual protetor solar escolher para minha criança? | Protetor Brazinco
Qual protetor solar escolher para minha criança?

Aplicar um protetor solar em uma criança pequena nem sempre é tarefa fácil. Em algumas idades é quase um jogo de pega-pega e só de lembrar seu filho de repassar o protetor, já o faz fugir de seu alcance. Tarefa mais difícil ainda é qual protetor escolher para cada faixa etária. A simples nomenclatura “kids” pode não estar se traduzindo em segurança e praticidade.

Bem, vamos expor um dado relevante e conhecido: As crianças recebem uma média de incidência anual de sol 3 vezes maior do que os adultos!

Preucupações

Elas têm uma grande superfície corporal em relação ao seu peso e uma pele mais fina que acaba absorvendo mais produtos como os filtros solares. Isso nos traz duas grandes preocupações:

1. maior probabilidade de efeitos deletérios da radiação ultravioleta, como eritema, queimaduras, câncer de pele pela exposição acumulativa.

2. Segurança dos produtos aplicados na pele, absorção com possibilidade de atingirem a corrente sanguínea.

Como escolher o melhor protetor solar para bebês e crianças.

Vale lembrar que se seu bebê tiver menos de 6 meses, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda manter seu bebê fora do sol, pois sua pele é altamente sensível e tem pouca melanina, tornando-o mais suscetível a danos causados ​​pelo sol. Em situações específicas de impossibilidade de evitar a exposição, pode ser utilizado um filtro inorgânico somente nas áreas expostas por orientação do pediatra da criança.

Entre 6 meses e 2 anos: Estão indicados filtros inorgânicos pela menor capacidade de provar alergias, oferecem proteção imediata e são altamente resistentes à água.

Acima dos dois anos não há restrição por ora para filtros orgânicos. Portanto tanto filtros orgânicos como inorgânicos podem ser usados.

Filtros Inorgânicos

E o que são filtros inorgânicos? São os filtros físicos ou de barreira. Eles refletem os raios ultravioleta UVA e UVB para longe da pele e também acabam os absorvendo, diminuindo assim sua ação danosa. As substâncias inorgânicas mais utilizadas são o óxido de zinco e o dióxido de titânio.

Os filtros químicos (ou orgânicos) por sua vez são encontrados nos filtros solares que estão no mercado há mais tempo. A maioria tem ação exclusiva contra UVB e demoram mais para agir.

Esses dois tipos de filtros são seguros para crianças?

Em maio de 2019, a FDA (Food and Drug Administration – EUA) relatou um estudo piloto que mostra que 3 ativos químicos de filtro solar (avobenzona, octocrileno e ecamsule) são absorvidos na corrente sanguínea do corpo quando são utilizados os filtros solares que contêm esses ingredientes.

Em janeiro de 2020, o FDA relatou os resultados de um estudo clínico mais prolongado que mostra que 5 ativos químicos de filtro solar (avobenzona, octocrileno, homosalato, octisalato e octinoxato) que estão disponíveis em alguns protetores solares disponíveis no mercado (loção, spray aerossol, não aerossol) entram na corrente sanguínea mesmo após uma única aplicação e podem permanecer no corpo por longos períodos de tempo.

O FDA acredita que os resultados desses dois estudos demonstram a necessidade de testar a segurança dessas substâncias contidas nos filtros solares químicos.

Recomendações FDA

A recomendação atual do FDA em relação aos princípios ativos dos filtros solares é a seguinte:

– Dois ingredientes (óxido de zinco e dióxido de titânio) são seguros e eficazes para uso com filtro solar;

– Outros dois (ácido aminobenzóico (PABA) e salicilato de trolamina) não são seguros e eficazes para o uso de filtro solar. Já foram retirados do mercado;

– Existe a necessidade de testar a segurança de substâncias contidas nos filtros solares químicos.

Cuidados Especiais

Até a definição de segurança sobre todas as substâncias, o que nunca sai de moda são as medidas para proteger as crianças e toda a família da exposição solar excessiva. Nós pediatras sempre recomendamos:

Procurar uma sombra.

Os raios de sol são mais fortes entre às 10h e às 16h. Não exagere nesse horário.

Vista-se para se proteger do sol, incluindo roupas com fator de proteção solar.

Hidrate-se bem e não esqueça de hidratar seus filhos.

Aplique protetor solar em toda a pele que a roupa não cobrir, usando um protetor solar que seja de amplo espectro, resistente à água e com FPS 30 ou superior.

Seja o exemplo. Além de proteger seu filho, se proteja.

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por: Equipe Brazinco

Leia mais:

Dicas de Alimentação para manter a saúde no Outono

Dicas de Alimentação para manter a saúde no Outono

O conforto de uma estação com temperaturas mais amenas, a tentação de comer comidas quentes e mais calóricas são algumas das mudanças que ocorrem no Outono, mas precisamos alinhar tudo isso com uma alimentação que ajude nosso corpo a funcionar corretamente, certo?...

Guarda-vidas, os heróis de nossas águas

Guarda-vidas, os heróis de nossas águas

As águas sempre exerceram um fascínio sobre o homem. De lá tiramos nosso alimento, usamos mares, rios e lagos como transporte e muitas vezes, da água vem nossa fonte de renda. A maioria das civilizações antigas cresceu junto ao mar ou grandes concentrações de água....

Pele Saudável começa pela higiene adequada

Pele Saudável começa pela higiene adequada

Já conversamos muito sobre proteção solar, mas ainda não falamos sobre uma duvida muito frequente no consultório: como fazer a remoção do produto adequadamente. O protetor solar assim como maquiagem e poluição, tem ação oxidante quando permanecem por muito tempo na...