Adriano de Souza preparado para a 500º bateria de sua carreira | Protetor Brazinco
Adriano de Souza preparado para a 500º bateria de sua carreira

O último ano da carreira de Adriano de Souza está sendo atípico pela pandemia que continua a atingir diversas localidades do mundo. Mas uma coisa é certa; Adriano vai competir na bateria número 500 de sua carreira.

Depois de anunciar sua aposentadoria no ano passado, esse é mais um recorde que vai ficar na história do nosso campeão.

Operação de Guerra

A WSL teve que fazer uma operação de guerra para organizar a perna australiana de 2021. Depois de ter problemas sérios no Havaí, aonde apenas um dos diversos eventos conseguiu ser realizado, a entidade mudou seu circo para a Oceania, aonde a pandemia está controlada desde o ano passado.

Os atletas tiveram que ficar 14 dias de quarentena em seus quartos de hotéis, além de fazer diversos testes na chegada e na saída.

Agora, em um ambiente seguro, poderemos ver novamente os melhores do mundo em ação em quatro etapas:

1 -11 de Abril

Rip Curl Newcastle Cup presented by Corona

Newcastle, NSW, Australia

16 – 26 de Abril

Rip Curl Narrabeen Classic presented by Corona

Narrabeen, New South Wales, Australia

2 – 12 de Maio

Boost Mobile Margaret River Pro presented by Corona

Margaret River, Western Australia, Australia

16 – 26  de Maio

Rip Curl Rottnest Search presented by Corona

Rottnest Island, Western Australia, Australia

Enquanto a ação não começa, vamos relembrar cinco baterias inesquecíveis do Adriano de Souza?

5 Baterias Inesquecíveis do Adriano de Souza

A missão de escolher cinco entre 500, não é nada fácil. Mas separamos 5 momentos mágicos que vão ficar marcados na cabeça de todos os fãs do surf no mundo inteiro.

Filipe Toledo vs. Adrinao de Souza – 2015 Hurley Pro – Trestles

Em uma bateria eletrizante, Adriano acabou se saindo melhor na disputa contra o favorito em ondas pequenas Filipe Toledo. Mineiro mostrou muita garra e astúcia, além de manobras modernas, para passar esta bateria contra o jovem atleta.

Adriano de Souza vs. Chris Davidson – 2009 –  Billabong Pro – Mundaka

Esta bateria é histórica na carreira de Adriano por ter sido sua primeira vitória em um evento da primeira divisão do surf mundial.

Adriano derrotou o australiano Davidson com duas ótimas notas nas longas esquerdas espanholas, 7,50 e 8,90.

Adriano de Souza vs Ítalo Ferreira – 2019 – Tahiti Pro – Teahupo’o

Adriano enfrentava a sensação brasileira Ítalo Ferreira nas pesadas ondas do Taiti. Adriano estava perdendo a bateira até os momentos finais, quando dropou em uma onda fabulosa saindo como um foguete na baforada.

Adriano de Souza vs Kelly Slater – 2011 – Rip Curl Pro – Peniche, Portugal

A vitória mais emblemática de Adriano contra o maior surfista de todos os tempos. Kelly era o favorito no embate, havia despachado com facilidade todos seus rivais até chegar à final. Mas o momento de Kelly não foi páreo para os tubos de Adriano. Adriano venceu o evento e ficou mais perto do seu título mundial.

Adriano de Souza vs Mason Ho – 2011 –Pipemasters – Havaí

A bateira mais importante da carreira de Adriano foi contra um local perigosíssimo e especialista em Pipeline. A missão de vencer Ho vinha com a recompensa do título mundial. Adriano levou a bateria, o título e também o evento em um dia heroico para o surf nacional.

Gostaram das memórias? Quem achou que ficou faltando alguma bateria é só comentar abaixo!

 

 

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por: Equipe Brazinco

Leia mais:

Playlist Brazinco Spotify Active Winter

Playlist Brazinco Spotify Active Winter

50 Músicas para você manter sua atividade favorita no Inverno! O Blog Brazinco preparou mais uma playlist para você jogar a preguiça para longe e manter sua rotina de treinos nas temperaturas mais baixas do ano! Agora coloca seu fone de ouvido e se prepare para uma...