Adriano de Souza – Família Brazinco | Protetor Brazinco
Adriano de Souza – Família Brazinco

Hoje vamos começar uma série de posts para vocês conhecerem melhor nossa família!

Dissemos Família?

 Sim, a Família Brazinco é uma grande união de pessoas que se conectam pelo mesmo propósito, compartilhando valores e paixões de suas vidas!

Vamos começar pelo nosso capitão? Adriano de Souza estreia nossa coluna!

Hoje é sua chance de conhecer mais sobre a vida do nosso campeão, e o que ele tem a dizer sobre a família Brazinco.

Uma História de Luta

Adriano de Souza sempre instigou a atenção dos fãs de surf. Não só por suas linhas afiadas e precisas que lhe renderam um título mundial, mas também pela sua saga até chegar ao topo.

Adriano de Souza cresceu perto da praia. Mas mesmo separado por poucas milhas do mar, sua realidade era totalmente diferente.

Tudo que o jovem Adriano conhecia era a favela.

Como a maioria dos garotos do local, pouco sabia da vida além das paredes cinzas. Mas da favela ele conhecia, sabia de suas mazelas, e das mazelas dos que moravam ao seu lado.

Também tinha certeza que na favela não existia muito futuro e era difícil achar alguma alegria.

Alegria que ele viu pela primeira vez nos olhos do irmão Ângelo, que voltava com um sorriso no rosto todo final de semana após suas sessões de surf.

Esse sorriso sincero intrigou o jovem Adriano, era um sentimento único que ele também queria sentir. O que aquele pedaço de poliuretano tinha de tão especial que renovava as energias de seu irmão?

Um dia, a vontade falou mais alto que a razão. Adriano resolveu perseguir secretamente seu Ângelo até a praia. Foi quando a mágica aconteceu.

O pequeno capitão viu o mar pela primeira vez. Existia vida fora da favela. É era azul, e era livre, e não tinha fim.

O pequeno capitão pegou sua primeira onda. Essa bomba atômica de emoções ia mudar a vida do menor para sempre.

A volta da praia foi acompanhada de uma bela bronca do irmão, mas o pequeno fujão estava feliz, tinha entendido o sorriso, não era a prancha, era o mar, era o surf.

Mas reencontro com o mar não foi breve. Como dois jovens apaixonados que se beijam e se perdem na multidão sem sequer trocarem nomes e telefones, ficou só a vontade, o gostinho de quero mais.

A mãe doente, o pai tendo que ficar em casa, Adriano era encarregado de levar a marmita para o irmão militar.

Nesse delivery familiar, por acaso, Adriano viu o mar novamente.

Foi como se os jovens apaixonados se esbarrassem repentinamente em um metrô lotado, coisa que só vemos no cinema.

Mas na vida real, esse amor deu certo sim. Não só pela sagacidade do pequeno capitão, mas pelo professor Pirata, o homem que o acolheu em sua escola de surf emprestando pranchas e ensinando suas primeiras manobras.

Primeira Prancha

A primeira prancha veio das mãos do irmão, que mesmo com poucas condições, conseguiu negociar um equipamento usado por 7 reais.

Era perfeita para o pequeno capitão. Era seu ticket para fora da favela.

Mais de duas décadas depois, quando ele atingiu seu maior trunfo em Pipeline, ele lembrou e citou o Ângelo. Lembrou que se não fosse aquela prancha verde com uma listra branca, jamais teria chegado ali. No auge ele lembrou do começo, pois sabia que sua batalha na água, foi tão dura quanto na vida.

Carreira cheia de Recordes e Vitórias

Adriano não é chamado de capitão por acaso. O surfista abriu caminho para diversos talentos que vem representando o Brasil mundo afora.

Em 2002, com apenas 15 anos de idade, Adriano de Souza já mostrou que era um fenômeno vencendo uma etapa profissional do SuperSurf, válida pelo circuito brasileiro.

Em 2004, Adriano levantava a taça do Mundial Júnior na Austrália, o brasileiro venceu Shaun Cansdell para se tornar o mais jovem campeão da competição na história da antiga ASP.

2011 também foi um ano marcante na vida do Adriano. Além de se tornar o primeiro brasileiro a assumir a liderança do ranking, ele venceu duas etapas naquele ano, Rio de Janeiro e Portugal. Em terras lusitanas, Adriano fez uma final eletrizante contra a lenda Kelly Slater que ficou na história.

O grande ano do capitão até agora foi 2015. A vitória em Margareth River, terceira etapa no circuito, ascendeu a luz verde. O brasileiro manteve regularidade em toda temporada, e acabou coroando sua jornada com uma vitória histórica em pipeline, se tornando campeão mundial da WSL.

Todo mundo está com saudades ver o Adriano brilhando na água novamente.

Agora é só esperar as competições voltarem, para torcermos com tudo pelo nosso capitão.

Chegou a hora de escutarmos do próprio Adriano de Souza o que ele acha de fazer parte da Família Brazinco.

Declaração Adriano de Souza

“Muito legal fazer parte da família Brazinco. Uma empresa que está 100% ligada ao surf, e está sempre me protegendo ao redor do mundo. Fico muito feliz em ser embaixador da marca porque acredito e uso o protetor.

O Brazinco é essencial para minha carreira, para minha vida. Com ele, eu consigo estar mais tempo no mar com proteção. Inclusive, inspirar essa nova geração. Quanto mais tempo você fica no mar melhor vai ser seu desempenho, e com Brazinco você pode fazer isso com segurança. É isso, “tamo junto”, e vamos que vamos!”

Fiquem ligados no nosso Blog que vai ter bastante conteúdo da #famíliabrazinco!

fotos: Red Bull, The Players Tribune, Surf sem Comentários, WSL.

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. AprimoreSurf – #FAMÍLIABRAZINCO | Protetor Brazinco - […] auge na carreira do grilo foi a conquista do título mundial da WSL com o atleta Brazinco Adriano de…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por: Equipe Brazinco

Leia mais:

Vittor Filho e Luccas Filho – Picos Favoritos de Kite

Vittor Filho e Luccas Filho – Picos Favoritos de Kite

O Blog Brazinco continua com a série mostrando os melhores picos de Kite do Nordeste. Dessa vez quem vai falar um pouco dos seus lugares favoritos para velejar são os primos Vittor e Luccas. A família de velejadores de Cabo Frio também é apaixonada pela região mais...

Kɑren De Los Sɑntos – Meu pico de Kite Favorito

Kɑren De Los Sɑntos – Meu pico de Kite Favorito

A temporada de Kitesurfing no Nordeste está literalmente pegando fogo. Bons ventos e muito sol atraem praticantes de todas as regiões do Brasil, que fogem do frio e buscam condições perfeitas na região mais paradisíaca do país. A Karen De Los Santos é modelo fitness e...